Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1151
Título: Avaliação do grau de conhecimento dos médicos dentistas em relação à aplicação da ergonomia na medicina dentária
Autor: Teles, Carina José Caires Figueira
Orientador: Dias, João
Data de Defesa: 2009
Resumo: Os médicos dentistas, correm um risco acrescido de desenvolverem lesões músculo-esqueléticas (LME) comparativamente com outros profissionais de outras áreas, devido à natureza das suas tarefas. São vários os factores de risco: o ambiente de trabalho, uma incorrecta postura, falta de organização, uso de equipamento e instrumentos não ergonómicos e a falta informação. O recurso a princípios da ergonomia poderá ajudar a reduzir a prevalência de LME entre estes profissionais. Após uma breve investigação bibliográfica sobre o tema em artigos, livros e motores de pesquisa que abordassem o tema, foi realizado um estudo observacional, de delineamento transversal, através de uma amostra aleatória de 200 médicos dentistas activos utilizando o questionário de auto-resposta como instrumento de medição para avaliar o grau de conhecimento destes, sobre a aplicação da ergonomia na Medicina Dentária. Os dados recolhidos permitiram, a caracterização demográfica e sociométrica da amostra, a identificação de alguns aspectos relativos ao exercício da profissão, o conhecimento acerca da organização do consultório e existência de distúrbios músculo-esqueléticos. Através de testes de Qui-quadrado, estudou-se a associação entre um conjunto de atributos da amostra para um nível de significância de 5%. Através dos resultados obtidos podemos observar que os atributos estudados não se encontram, em geral, associados à incidência de transtornos músculo-esqueléticos, excepto para o item “antiguidade na profissão” para o qual parece existir evidência estatística significativa. Pretende-se com os conhecimentos reunidos neste trabalho, elucidar os médicos dentistas acerca das características que deve ter o ambiente de trabalho, a postura corporal que o médico dentista deve adoptar e a organização do próprio trabalho, com o objectivo de promover a saúde e bem-estar dos profissionais para que possam desempenhar a sua profissão de uma forma segura, saudável e confortável. Dentists have a increased risk of developing musculoskeletal disorders (MSDs) compared with other professionals from other areas, duo to the nature of their tasks. There are several risk factors, such as: the environmental workstation, a wrong posture, lack of organization, use of equipment and instruments not ergonomic and lack of information. The use of ergonomic principles can help reduce the prevalence of MSDs among these professionals. After a brief search on the topic in articles, books and search engines, an observational cross study was address, using an questionnaire for a random sample of 200 active dentists as a self-response measurement instrument for assessing the degree of knowledge about the application of ergonomics in dentistry. The data collected allowed the demographic and sociometric characterization of the sample, the identification of some aspects of the dental practice, the knowledge about the organization of the dental office and the existence of musculoskeletal disorders. Through chi-square, it was studied the association between a set of attributes of the sample to a significance level of 5%. Through the results we can see that the attributes studied are not in general associated with the incidence of musculoskeletal disorders, except for the item "antiquity in the profession" for which there is significant statistical evidence. With the knowledge gathered in this work, we intend to educate dentists about the characteristics that the working environment should have, the body posture that the dentist must take and organization of his own work, with the aim of promoting health and well-being to carry out their profession in a safe, healthy and comfortable way.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau de Licenciada em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/1151
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_carinateles.pdf1,95 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.