Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1130
Título: Periodontite
Outros títulos: clínica, diagnóstico e tratamento
Autor: Araújo, Helena Isabel Gomes de
Orientador: Sousa, João Carlos
Data de Defesa: 2008
Editora: [s.n.]
Resumo: A cavidade oral constitui a primeira parte do tracto gastrointestinal, e apresenta uma série de características que a converte num habitat microbiologicamente distinto. As características ecológicas das diferentes superfícies encontradas na cavidade bucal, tornam-na um habitat microbiano único no corpo humano (Ellen e Kuramitsu, 2000). A placa bacteriana pode ser definida como uma película não calcificada, apresentando uma forte adesão às superfícies dentárias, sendo predominantemente constituída por reservatórios bacterianos e componentes salivares, com crescimento contínuo. Esta placa bacteriana é hoje em dia considerada como das principais causas de doenças como a cárie e peridontite. O objectivo deste trabalho foi avaliar através da revisão da literatura, a participação bacteriana em diferentes condições peridontais e veículos de combate a essas mesmas bactérias, incluindo as formas resistentes. A microflora oral é composta predominantemente por bactérias, incluindo as formas resistentes. A microflora oral é composta predominantemente por bactérias, no entanto podem também encontrar-se fungos, vírus, protozoários e até mesmo archaea. É estimado que mais de 700 espécies cultiváveis e não cultiváveis estejam presentes nesta cavidade (Pennisi, 2005). O predomínio bacteriano no que respeita a este âmbito foca-se em espécies Gram positivo, do Género Streptococcus e Actinomyces, e de Gram negativo como Fusobacterium nucleatum, Prevotella intermedia, Capnocytophaga, Neisseria e Veillonella spp. Na gengivite, destaca-se a presença de microrganismos Gram positivo como Streptococcus mitis, Streptococcus sanguis, Actinomyces viscosus, Actinomyces naeslundii, Peptostreptococcus micros e Gram-negativo como Fusobacterium nucleatum, Prevotella intermedia, Veilonella parvula, Haemophilus e Campylobacter spp. Na periodontite evidenciam-se elevadas proporções de Porphyromonas gingivalis, Bacteroides forsythus, Prevotella intermedia, Campylobacter rectus, Eikenella corrodens, Fusobacterium nucleatum, Actinobacillus actinomycetemcomitans, Treponema e Eubacterium spp. Pode concluir-se que a microbiota presenta na cavidade bucal é variável e reflecte a condição peridontal. Várias são as técnicas microbiológicas de diagnóstico (cultura bacteriana, ensaios imunológicos e enzimáticos, microscopia de campo escuro e contraste de fase e marcadores bioquímicos) utilizadas para a detecção dos patogénicos citados, no entanto os resultados encontrados apontam para a necessidade de uma análise criteriosa na selecção do teste a ser empregue. Mundialmente a resistência aos antibióticos entre a microbiota oral é um problema crescente e as informações relativas a tal resistência são escassas. Existe assim uma necessidade urgente de formular uma estratégia de acção para aliviar o desenvolvimento de resistências, conservando a eficácia dos antimicrobianos, plano este baseado na prevenção de doenças transmissíveis e no controlo das infecções. O diagnóstico laboratorial das infecções da cavidade oral por métodos clássicos é moroso e não permite dar respostas atempadas. Estes métodos não constituem uma alternativa viável e por isso o diagnóstico clínico e respectivo tratamento é feito empiricamente. Os métodos de Biologia Molecular nomeadamente a sequenciação do gene 16S rRNA e a detecção de genes de resistência aos diferentes grupos de antibióticos, permitem agilizar o diagnóstico clínico das infecções da cavidade oral e modificar o comportamento clínico face a estas infecções. Na nossa opinião é este o caminho a adoptar para o tratamento das periodontites.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/1130
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_helena[1].pdf6,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.