Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1129
Título: Conhecimentos e atitudes dos pais sobre o uso do flúor em crianças dos 3 aos 6 anos em Jardins de Infância da cidade do Porto
Autor: Moreira, Diana Raquel dos Reis
Orientador: Vieira, Clemência
Data de Defesa: 2009
Resumo: A Academia Europeia de Odontopediatria (E.A.P.D., 2009) recomenda que a integração do uso do flúor em programas preventivos deve ser ponderada, de forma a controlar a cárie dentária em crianças. A cárie dentária é uma doença de elevada prevalência a nível mundial, evidenciando-se assim, a necessidade de implementar medidas preventivas. Deste modo, a administração de flúor, através de diversos produtos, para além da finalidade terapêutica, apresenta-se como a medida preventiva mais eficaz na diminuição da cárie dentária. Perante a importância que o flúor assume no combate à cárie dentária, é importante que a sua utilização obedeça a critérios rigorosos no sentido de prevenir a fluorose dentária. É durante a infância que a aprendizagem sobre a higiene oral deve ser apropriada pelas crianças no sentido de obter ganhos em saúde oral da população em geral. No contexto desta pesquisa assume primordial importância avaliar os conhecimentos e atitudes dos pais face ao uso do flúor na medida em que estes constituem os principais modelos para as crianças na aquisição de hábitos correctos de higiene oral. Este estudo de carácter empírico, não experimental, descritivo, transversal e comparativo, pretendeu avaliar o conhecimento e atitudes dos pais face ao uso do flúor em crianças dos 3 aos 6 anos de idade que frequentavam o ensino pré-escolar, público e privado, da cidade do Porto. Constituiu-se uma amostra de conveniência de 212 pais (106 do ensino público e 106 do ensino privado), sendo que os pais das crianças que frequentavam quer o ensino público quer o ensino privado eram maioritariamente pertencentes a quadros superiores (146-68,8%) e de nível universitário (130-61,3%). Os dados obtidos da aplicação do instrumento de colheita de dados foram tratados informaticamente, utilizando o programa informático SPSS© (Statistical Package for the Social Sciences) vs 16.0 for Windows, através das ferramentas adequadas. Quanto aos resultados mais relevantes é de sublinhar que os pais de crianças que frequentavam o ensino privado e os que tinham profissões pertencentes a quadros superiores apresentavam, em média, mais conhecimentos sobre o uso do flúor. No entanto, não se verificaram, diferenças quanto às atitudes dos pais em relação ao tipo de ensino frequentado pelas crianças e às profissões que exerciam. A maior parte dos pais, apesar de assumir uma atitude proactiva através da ajuda e vigilância na escovagem dos dentes dos seus educandos, desconhece a concentração recomendada de flúor nas pastas dentífricas. Um número pouco expressivo (9,9%) dos pais refere que utiliza suplementos de flúor, como resultado da prescrição do médico de família ou pediatra. A interacção com os professores no sentido da importância do flúor em idades pré escolares é bastante diminuta (29-13,7%), o que requer a formulação de respostas que potencializem a escola como espaço formativo promotor da saúde oral. The European Academy of Paediatric Dentistry (EAPD, 2009) recommends that the use of fluor in preventive programs should be considered, so as to control dental caries in children. Dental caries is a disease with a high incidence world wide, proving the need to implement preventive measures. Therefore, the administration of Fluor, by means of various products, not only has a therapeutical purpose but is also the most effective preventive means in preventing dental caries. Since Fluor assumes such importance in preventing dental caries, it is important that its use strict criteria so as to prevent fluoroses. It is during our childhood that the learning of oral hygiene should be passed on, so as to obtain the most benefit in oral heath for the general population. In the context of this investigation it is of primary importance to evaluate the parents´ knowledge and attitudes in relation to the use of Fluor, since these represent the primary models for children to obtain a correct oral hygiene habits. This is a study with an empirical character, not experimental, descriptive, transversal and comparative, that tends to evaluate the parents knowledge and attitudes with the use of fluor in children from 3 to 6 years of age that attend kindergartens both, private and public, in the city of Oporto. A convenience sample was composed of 212 parents (106 from public schools and 106 from private schools), being the parents of the children from the public or the private schools principally belonging to upper class (146-68.8%) and to university level (130-61.3%) The data obtained from the use of the harvest data equipment were worked on the computer, by use of the computer program SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) vs 16.0 for Windows, using the adequate tools. In relation to the most relevant results one should underline the fact that the parents of children that attended private schools and had professions belonging to the upper class showed on average, more knowledge on the use of Fluor. None the less, no differences were noted by the parents´ attitudes in relation to the type of school that the children attended and in relation to the parents´ professions. Although the great majority of parents assumed a proactive attitude by helping and supervising their disciples brushing their teeth, they were not aware of the recommended concentration of Flour in the toothpaste. A low expressive number of parents (9.9%) referred that supplements of Fluor were being given, as a result from their family physician or paediatrician. The interaction with the teachers in relation to the importance of Fluor in the pre-school ages is very low (29-13.7%), which requires the formulation of answers that can help make the scholl a potential space to promote training for oral health.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Medicina Dentária.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1129
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_dianamoreira.pdf8,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.