Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1121
Título: Avaliação da auto-estima nos portadores de Prótese Dentária Removível
Autor: Carvalho, Maria Filipa Torres de
Orientador: Gavinha, Sandra
Data de Defesa: 2009
Editora: [s.n.]
Resumo: Introdução: O conceito de auto-estima por si só é muito subjectivo, amplo e complexo portanto quando relacionado com a prótese dentária removível ainda mais subjectivo se torna pois a influência quotidiana da prótese dentária varia de pessoa para pessoa a vários níveis. A saúde mental, social e emocional é proporcionada por uma auto-estima elevada, uma das formas de a conseguir é através da melhoria da imagem, conforto e melhoria da função dada pela prótese dentária. A auto-estima para além de ser influenciada pelas características sócio-económicas do indivíduo é também influenciada pela sua percepção sobre o mundo e sobre si. Objectivos: Com este estudo pretende-se relacionar a auto-estima dos indivíduos com o uso de prótese dentária removível total e/ou parcial, isto é avaliar se o uso de prótese dentária removível leva a variações no grau de auto-estima dos pacientes parcialmente e totalmente desdentados, nomeadamente a uma baixa auto-estima e se há diferenças de auto-estima consoante o tempo de uso da prótese e consoante o tipo de prótese usada, tendo em conta indicadores sócio-económicos e culturais, idade e género. Metodologia: Aplicou-se um questionário, constituído por três partes, a 150 pacientes que frequentaram as Clínicas Pedagógicas de Medicina Dentária da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa. A primeira parte do questionário corresponde a um conjunto de informações acerca de alguns aspectos de ordem sócio-cultural no sentido de caracterizar a amostra, a parte seguinte do questionário diz respeito à Escala de Autoestima Global, da autoria de Rosenberg – “ The Rosenberg Self-Esteem Scale (RSES)”, adaptada para a população portuguesa por Faria e Silva (2000), e por fim, a última parte constituída por um conjunto de questões que permitem validar externamente o grau de auto-estima dos indivíduos em relação ao uso de prótese dentária removível. Resultados: Neste estudo, os valores de auto-estima obtidos são satisfatórios visto que os inquiridos apresentam uma pontuação média de auto-estima de 51, 58 pontos, na RSES (mínimo de 10 pontos e um máximo de 60 pontos). Este valor corresponde a uma auto-estima elevada. Conclusão: Independentemente do género, idade, nível sócioeconómico e cultural, tipo de prótese usada e tempo de uso de prótese a auto-estima dos participantes deste estudo parece ser elevada. Introduction: The concept of self-esteem for it self is very subjective, vast and complex so when in relation to removable dental protesis it is even more subjective because the everyday life influence of dental protesis varies from person to person in several levels. The mental, social and emoional health is provided by an hight self-esteem, one of the ways of achieving it is by the improvement of image, confort and function given throught the dental protesis. Self-esteem besides being influenced by the individual socio-economical characteristics it’s also influenced by his perception about the world and about himself. Objectives: With this study it is intended to relate the personal self-esteem with the use of total and/or partial removable dental protesis, that is to evaluate if the use of removable dental protesis leads to variation in the self-esteem degree of total or partially edentulous patients, particularly to a low self-esteem and if there are differences according to the length of dental prosthesis use, type of prosthesis, considering the socio-economical and cultural status, age and gender. Methods: A questionnaire comprising three parts was applied to a sample of 150 patients that attended the Pedagogic Dental Clinics of the Faculty of Health Sciences of the University Fernando Pessoa. The first part of the quiz corresponds to a set of informations about the patient’s social-cultural aspects in order to characterize the sample, the next part of the quiz was the “Rosenberg Self-Esteem Scale (RSES)” adapted to the portuguese population by Faria e Silva (2000), and the last part composed by a group of questions that would allow for the external validation of the patients’ self-esteem degree in ralation to the use of removable dental protesis. Results: In this study, the self-esteem values obtained were satisfactory as the participants presented an average RSES value of 51,58 points (minimum of 10 points and maximum of 60 points). This value corresponds to a high self-esteem. Conclusion: Regardless of gender, age, socio-econimical and cultural level, type of protesis used and dental protesis time of use, the participants of this study presented high degree of self-esteem.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau de Licenciada em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/1121
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_mariafilipacarvalho.pdf562,52 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.