Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1012
Título: A ansiedade e o medo da morte nos profissionais de saúde
Autor: Campelos, Isabel Cristina de Sousa Ferreira
Orientador: Martins, José Soares
Data de Defesa: 2006
Editora: [s.n.]
Resumo: A morte faz parte da nossa vida, é universal e experienciada diferentemente por cada um de nós, podendo acarretar consequências psicológicas e sociais, nomeadamente ansiedade e medo da morte. Assim sendo, o estudo desta temática junto dos profissionais de saúde parece fazer sentido já que alguns estão diariamente expostos a situações de falecimentos e também porque se prevê a morte venha a ser um processo mais longo e com tendência crescente para acontecer nos hospitais. Há a ideia geral que os profissionais de saúde lidam negativamente com a morte e são, muitas vezes, os seus próprios medos acerca da morte que impedem estes profissionais de se relacionarem com doentes em fases terminais. Este estudo tem como objectivos perceber se enfermeiros(as) que mais frequente e directamente convivem com a morte sentem mais ansiedade e medo face à mesma e quais as variáveis sócio-demográficas e as perspectivas da morte que lhe poderão estar associadas. A amostra foi constituída por 79 sujeitos (31 do Instituto Português de Oncologia e 48 de outras instituições). Os instrumentos utilizados foram o Death Anxiety Questionnaire (DAQ) e as Escalas Breves sobre Diversas Perspectivas da Morte. Os resultados obtidos evidenciam que apesar de não existir diferenças significativas nos níveis de ansiedade de morte nos dois grupos, são os profissionais do sexo feminino que apresentam níveis mais altos de ansiedade. Relativamente às perspectivas da morte conclui-se que há diferenças significativas entre os vários grupos e que estas se correlacionam positivamente com a ansiedade face à morte, levando-nos a crer que os profissionais do IPO percepcionam mais a morte como sofrimento e solidão e como fracasso.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de licenciada em Psicologia Social e do Trabalho
URI: http://hdl.handle.net/10284/1012
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia.pdf335,28 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.